segunda-feira, 15 de agosto de 2016

To myself

É. Faz um bom tempo que não escrevo aqui. Bom, acontece que ando muito ocupada ultimamente. Desde que entrei na Etec, minha vida mudou bastante. Além de ter vendido a minha alma pra essa escola (risos), bom, eu comecei a namorar.

Conheci um cara legal. Ele gosta de friends. Seu cabelo é meio grande, e na maior parte do tempo está bagunçado, mas gosto tanto de passar a mão entre os fios. Seus olhos, muito bonitos. Ás vezes azul, ás vezes verde, ás vezes com um pequeno toque acinzentado... são hipnotizantes. Seu narigão haahaha. É engraçado. Nunca pensei que fosse namorar esse ano. Ainda mais com um loiro (sem preconceito). Ele é gente boa. Bom de conversar. Inteligente, e faz umas piadas bobas de vez em quando. Fofo (quando quer). Aceita minha ogrisse e minhas inseguranças. É incrível como ele conseguiu que eu confiasse muito nele em tão pouco tempo, até eu fico surpresa.



Queria falar um pouquinho com a Duda de 6 meses atrás. Ah, como eu amava essa garota. Gosto dela hoje também, pois descobri várias coisas sobre ela e vi que ela evoluiu bastante (e ainda tem muito a evoluir). Tão gente boa. Queria falar pra ela ligar um pouco menos pra opinião dos outros. Queria dizer que ela precisa se importar um pouquinho mais consigo mesma, e ter mais coragem. Fico feliz que ela era feliz e sabia que era. Não que ela não seja mais feliz agora. Mas com o tempo ela acabou descobrindo que as pessoas crescem (com algumas exceções), que com o tempo vem as (sim, vou usar essa frase de velho) responsabilidades, que a gente precisa seguir em frente da melhor maneira possível, e que algumas pessoas simplesmente vão. Mas um pedacinho dessas pessoas sempre vai ficar em nós. Algumas pessoas ficam chatas, outros mantem a alegria da alma, outros se tornam rabugentos, alguns continuam com a mesma doçura de sempre... e ela. Ela observa. Ela assiste. Ela aprende. E vê que ela também muda. Todos mudamos. E nós não temos que temer a mudança. Mudar não é ruim. Mudar para ruim é mal. Estamos em constante evolução. Ela sente. Ela ama. Ela ri. Ela vive.


Só pra atualizar ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário